4 de jul de 2010

Resenha: Fúria de Titãs (Clash of Titans)

Heeello :D
Acabei de voltar do cine, e assisti um filme INCRÍVEL! 'Fúria de Titãs' Além de falar sobre o que mais gosto (fora designer, amigas, moda, makes etc.) Mitologia Grega! E este assunto não está só presente em filmes, programas de TV entre outros, como também está presente em livros! Comprei 2 livors sobre o assunto. Também já li a saga completa de 'Percy Jackson e os Olimpianos' menos o último livro que não tem data para lançamento D: Mas se tiver, posto aqui ^^ Segue então a sinopse oficial do filme e o "cartaz" dele:



Sinopse: Em 'Fúria de Titãs', a disputa pelo poder lança os homens contra os reis, e os reis contra os deuses. Mas a guerra em curso entre os deuses já é suficiente para destruir o mundo. Nascido de um deus, porém criado como homem, Perseu (SAM WORTHINGTON) se vê indefeso para salvar a família da aniquilação por Hades (RALPH FIENNES), o vingativo deus do reino dos mortos. Sem nada a perder, Perseu se oferece como voluntário para comandar a perigosa missão de derrotar Hades, antes que este consiga obter poder de Zeus (LIAM NEESON) e instalar o inferno na Terra. Liderando um grupo de guerreiros, Perseus parte numa arriscada jornada nas profundezas dos mundos proibidos. Combatendo demônios cruéis e monstros terríveis, ele somente irá conseguir sobreviver se aceitar seu poder como um deus, desafiar a sorte e criar seu próprio destino.

Elenco: Sam Worthington, Pete Postlethwaite, Mads Mikkelsen, Gemma Arterton, Alexa Davalos, Ralph Fiennes, Liam Neeson.

Direção: Louis Leterrier


Gênero: Aventura


Duração: 118 minutos

Estreia: 21 de Maio de 2010

Distribuidora: Warner Bros.


O filme, no geral, consegue centralizar a ideia principal, demonstrada através da história e do elenco. Eles conseguem através da História nos mostrar como era a Religião antigamente, os mitos, o sofrimento das pessoas, as guerras pelo poder e o melhor: Os deuses. São no total 12 deuses; Com 3 principais divindades: Zeus, Hades e Poseidon. Como conta a mitologia e o filme, Hades se alimenta da dor, do medo e da tristeza dos homens. Porém, Zeus se alimenta das orações dos homens. Dois lados opostos.
No começo, o filme não é desinteressante, pois o filme inteiro conta a história de Perseu, filho de Zeus. Mostra uma tragédia acontecida com sua "família". Perseu não sabe quem é, de onde veio e como surgiu, até que encontra com Io, que o acompanhara desde seu nascimento.
Ele aprende a lutar, como homem e por eles, não como um semideus dando graça aos deuses. Ele é vingativo, e sua vingança se volta contra Hades: Deus dos mortos e do submundo; pois fora ele quem matou sua família até então, sua "mãe", sua "irmã" e seu "pai" (tuso entre aspas, porque não eram realmente seus parentes.) Perseu tem que destruir o filho de Hades: Cricking (acho que se esescreve assim) antes do Eclipse solar. Caso contrário, a princesa Andrômeda será sacrificada para saciar sua fome. Ele vai até o submundo, luta com a Medusa, principal Górgona. Fora transformada daquele jeito por falta de piedade de Atena, deusa da sabedoria e estratégia em batalha. Ele arranca sua cabeça e a leva consigo para destruir Cricking.
Na luta final, em Argos, ele usa a cabeça de Medusa para petreficar Cricking e o destrói. Hades aparece logo em seguida e Perseu com o poder de seu pai, o destrói com um raio certeiro e o manda direto para seu lugar: o Submundo.
O filme é cheio de cenários muito realistas e efeitos perfeitos que dão a ideia de que não é um efeito... (entenderam?!) Assistam :D Fica a dica ;)











Nenhum comentário: